4 Amigos    Júlia    Pedro    Carlos    André             Lêda Maya

 

  "Fragata melhor que um livro não
 há para nos levar a terra alheia,
nem melhor corcel que a página
onde a poesia curveteia."

Emily Dickinson (1830-1886)


Pedro


Eu não sei como o Pedro não é um pobre coitado menino enrugado. Tudo bem que como todo bom leitor ele se esquece e se perde no tempo, embebedando-se de poesia, poemas, rimas e penetrando nas viagens percorridas pelos personagens que habitam seus livros. Como eu já disse: tudo bem, mas, cá para nós, dentro de uma banheira, horas a fio?! Só mesmo o Pedro. Tão amigo, tão sensível e... Um pouco enrugado. Como é gostoso ouvi-lo tocar sua flauta, tão inseparável quanto seus livros. Pedro pode não ser de muita conversa, mas o silêncio não é o seu fraco, pois a música de sua flauta conta muitas histórias e canta muita poesia e seus livros falam de tantas coisas, de tantas coisas que Pedro quase nem consegue dar conta de tanta conversa.
 
 
copyright © 2007  - www.ledamaya.com.br | Todos os direitos reservados.                                                                                        design: Eduardo Passos